Provável vice de Rose é investigado por improbidade em licitações

O possível vice na chapa da vice-governadora Rose Modesto, pré-candidata do PSDB à Prefeitura de Campo Grande, Cláudio Mendonça, nome indicado pelo PR,  está sendo investigado pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual) por eventuais atos de improbidade em licitações juntamente com demais diretores do Sebrae/MS.

A 49º Promotoria de Justiça de Campo Grande instaurou procedimento preparatório em 02 de fevereiro de 2015 para apurar eventuais atos de improbidade administrativa em licitações praticados pelos diretores do Sebrae/MS. O ato foi publicado no diário Oficial do órgão no dia 09 do mesmo mês e assinado pelo Promotor de Justiça Gevair Ferreira Lima Jr.

Neste processo, segundo informações obtidas pela reportagem, o responsável por esta promotoria o repassou para a 31ª promotoria, pois na 49ª haveria pessoas ligadas a 'alguém' do Sebrae, o que o impediria de tocar o caso.

A 31ª desmembrou o fato em mais outras duas promotorias, a 29ª e 30ª, ambas responsáveis por ações ligadas ao Patrimônio Público, e a investigação foi dividida em 19 processos/assuntos a serem apurados. Atualmente, aguarda-se o andamento do caso nas três promotorias.

O nome do PR na chapa tucana apareceu em um outro inquérito do Ministério Público, instaurado em 24 de novembro de 2014. Este também iniciado pela 49ª Promotoria, pelo promotor de Justiça em substituição legal, Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha.

Neste, a investigação foi para apurar eventual prática de ato de improbidade pelos diretores do Sebrae/MS consistente na contratação de suas próprias empresas. Segundo o MP, o caso foi arquivado sob justificativa que o parquet não encontrou provas suficientes que caracterizassem a irregularidade.

À reportagem, Cláudio Mendonça disse que está muito tranquilo com relação a estes casos. "O advogado do Sebrae que está cuidando disso, mas até onde eu sei não há mais nada em aberto citando meu nome e foram todos arquivados. Tenho todas as certidões negativas dos órgão que fiscalizam o Sebrae, como CGU [Controladoria Geral da União], TCU [Tribunal de Contas da União] e MPF [Ministério Público Federal]. Estou tranquilo com relação a estes assuntos".

Cláudio George Mendonça foi presidente do Conselho Regional de Economia e entre 2000 e 2002 foi assessor econômico da Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul). Em 2003 passou a ser diretor-técnico do Sebrae/MS, e em 2007 tornou-se diretor – superintende da entidade. Mendonça é genro do ex-vice prefeito de Campo Grande, o empresário do setor de transporte público urbano Osvaldo Possari.

Recentemente o secretário estadual da Casa Civil, Sérgio de Paula afirmou que o vice da chapa tucana será definido entre PR e PSB e que isso não teria mudança. O PSB já confirmou que não indicaria ninguém e desta forma seria bem provável fechar pelo nome do PR. A confirmação do nome de Cláudio como vice de Rose está prevista para se confirmar na convenção que deve ocorrer no início do mês de agosto.

Cláudio é superintendente do órgão desde 2015 e tem mandato até 2018, mas está licenciado da função para concorrer à eleição deste ano. Ele foi anunciado como nome do PR para o cargo de vice-prefeito e recentemente seu partido oficializou apoio a chapa do PSDB.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também