Prefeitura inaugura 1.552 apartamentos e encerra ano com entrega de 11 residenciais à  população

Após a realização do sorteio da localização das unidades habitacionais dos residenciais Leonel Brizola 1 e 2, José de Alencar 1 e 2, Zenóbio dos Santos e Reinaldo Busaneli 1 e 2 na semana passada, nesta segunda-feira (15) estes empreendimentos serão inaugurados com a presença do prefeito da Capital, Gilmar Olarte, além de outras autoridades. Os condomínios fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) do governo federal com contrapartidas do Governo do Estado e da Prefeitura de Campo Grande por intermédio da EMHA : Agência Municipal de Habitação e totalizam 1.552 novas moradias em cinco das sete macro regiões urbana da Capital: Lagoa, Anhanduizinho, Bandeira, Imbirussú e Segredo.

Ao todo, foram R$ 79,152 milhões de investimentos provenientes das esferas federal, estadual e municipal. Os sete condomínios, que serão entregues hoje, devem amparar diretamente mais de seis mil cidadãos. Duas grandes regiões ao sul da Capital serão beneficiadas com os empreendimentos – o Lagoa e o Anhanduizinho. Esta inauguração finaliza um ano histórico para a habitação em Campo Grande: a entrega de 11 empreendimentos com 3.971 unidades habitacionais, decorrentes também da participação ativa da administração da Capital.

O residencial José de Alencar 1 e 2, no Jardim Centenário, possui 320 unidades habitacionais sendo 10 adaptadas. O Leonel Brizola 1 e 2, no Jardim Leblon, na região urbana do Lagoa, conta com 272 apartamentos (10 adaptados). Já o residencial Reinaldo Busaneli 1 e 2, Jardim Centro-Oeste, dispõe de 768 unidades habitacionais, sendo 24 adaptadas a portadores de necessidades especiais e o condomínio Zenóbio dos Santos, Jardim Centenário, tem 192 apartamentos com seis unidades adaptadas, totalizando 1.552 apartamentos populares.

Avanço na habitação – O esforço da administração pública gira em torno da promoção do desenvolvimento, melhoria da qualidade de vida e diminuição do déficit habitacional. Todos os empreendimentos possuem infraestrutura adequada: pavimentação asfáltica, drenagem, água, esgoto, energia elétrica e iluminação pública. De acordo com o diretor-presidente interino da Agência Municipal de Habitação de Campo Grande, Enéas Netto, a inauguração dos empreendimentos é um marco significante para a Capital:

”Mais uma vez, a inauguração dos empreendimentos simboliza o sucesso da prefeitura. Depois dos programas habitacionais do município terem ficado inertes durante um ano e três meses, a possibilidade de entregar um volume de mais de 1.500 unidades habitacionais neste momento é, sem dúvida, uma conquista para a administração do prefeito Gilmar Olarte e para a população”, pontuou.

Ainda de acordo com Enéas Netto, a equipe da EMHA foi de fundamental importância no processo de atendimento das demandas para integrar os residenciais. ”O trabalho realizado pela EMHA reflete o profissionalismo dos colaboradores que, muitas vezes, deixaram suas famílias para poder se dedicar ao serviço de atendimento e acompanhamento dos novos mutuários a fim de alcançar tal resultado, o que gerou um benefício inestimável para Campo Grande”, ressaltou.

Serviço : A solenidade de inauguração dos empreendimentos acontece nesta segunda-feira (15), a partir das 9h30, no residencial Leonel Brizola, localizado na rua Napoleão M. de Siqueira, no Bairro Leblon, região urbana do Lagoa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também