Prefeito visita Recanto São João Bosco e busca parcerias para melhorias na instituição

Para contribuir com um melhor atendimento aos idosos internos da Associação Recanto São João Bosco, o prefeito Gilmar Olarte, acompanhado do secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Agronegócio (Sedesc), Edson Godoy, visitou a instituição que está sob nova administração, com a eleição do presidente Gersino José dos Anjos.

De acordo com o presidente do Recanto São Bosco, Gersino José dos Anjos, a instituição atende atualmente 83 idosos. Desses, 39 são acamados. “Assumimos o recanto com uma dívida de aproximadamente R$ 3 milhões, e com o custo de R$350 mil mensais. Para se ter uma idéia, o custo para dar condições de vida digna para cada idoso é de R$ 3.500,00. O asilo faz parte da nossa história e já existe há mais de 93 anos. Para isso pedimos apoio da Prefeitura e da sociedade em geral para tornarmos a entidade funcional e com qualidade nos serviços”, explica o presidente da instituição.

O prefeito Gilmar Olarte assumiu o compromisso de ajudar a instituição e para isso já manteve contato com alguns empresários para viabilizar almoços beneficentes e leilões. “Visito o São João Bosco há mais de 20 anos e tenho um carinho pelas pessoas que aqui estão. Vamos reerguer a instituição e proporcionar dias melhores para nossos idosos”, frisou. 

Para o secretário-adjunto da Sedesc, Edson Godoy, o Recanto São João Bosco faz parte da história de Campo Grande e sua manutenção depende de toda sociedade. “Com a autorização do prefeito Gilmar Olarte vamos conclamar toda sociedade para resolver o problema da instituição que passa por grandes dificuldades. Nós da Prefeitura e com apoio dos acadêmicos de engenharia ambiental da Universidade Estácio de Sá vamos revitalizar a horta que vai utilizar as verduras para alimentação dos idosos e o excesso será comercializado para acrescentar a renda da instituição”, comentou.

A superintendente do Agronegócio da Sedesc, Karla De Nadai, reforçou que em breve a horta ficará pronta. “Vamos preparar o solo, adubar semear sementes e algumas mudas já estão pronta para ser plantadas. “A parte de manutenção e irrigação ficará a cargo de um funcionário do estabelecimento e os acadêmicos de engenharia ambiental da Universidade Estácio de Sá darão suporte técnico”.

O arcebispo emérito de Campo Grande, Dom Vitório Pavanello acredita que com a união das forças e do poder público e da sociedade em breve o Recanto São João Bosco terá suas finanças organizadas e o idosos que ali estão internados terão toda a assistência necessária para viver com dignidade. “Nós convocamos toda sociedade para nos ajudar a levantar a instituição e agradecemos o esforço do prefeito que está se colocando à disposição para nos ajudar”, finalizou. 

Telefone doação para o Recanto São João Bosco 3345-0500/9984-2106

Fonte/Autor: Emidio Denardi 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também