Prefeito e autoridades discutem melhorias para o ”Botão da Vida”

O sistema do protótipo do “Botão da Vida” foi apresentando ao prefeito Gilmar Olarte e autoridades representantes do Poder Judiciário, durante reunião realizada na Casa da Mulher Brasileira, na manhã desta sexta-feira (10). 

De acordo com o diretor-presidente do Instituto Municipal de Tecnologia da Informação, Evonaldo Francisco dos Santos o projeto piloto ficará em teste por três meses. Cinquenta aparelhos foram doados para fazer os primeiros trabalhos de testes. “É um sistema mais barato do que os existentes em outras cidades e possui as mesmas características de funcionamento”, informou.

O diretor do grupo WTW, Kenneth Corrêa disse que o protótipo já funciona. Basta acioná-lo que as autoridades serão avisadas. “Este protótipo é como se fosse um projeto. Agora, vai ser desenvolvido e testado de fato. Este equipamento funciona com um aparelho de androide e smartphone”.

A delegada especializada de atendimento à mulher, Rosely Molina disse que os trabalhos que estão sendo feitos são para proteger, cada vez mais, a mulher vítima de violência. “Nós do poder judiciário estamos empenhados em combater os abusos e violência contra a mulher. Este equipamento, que é o botão da vida, é mais um instrumento para que as vítimas tenham tranquilidade em suas vidas”, comentou.

O prefeito Gilmar Olarte, que acompanha as ações da Casa da Mulher Brasileira, lembrou que, quando a mulher chega a receber o dispositivo do Botão da Vida, ela já passou por todos os atendimentos da Casa da Mulher. “Quando a mulher estiver sob medida protetiva, ela receberá o acompanhamento da Patrulha Maria da Penha sob o comando da Guarda Municipal. Ao saber que a mulher possui o dispositivo, o agressor ficará ciente da situação. Tudo que estamos fazendo é para proteger a mulher e atendê-la o mais rápido possível. O botão da vida é mais uma opção de segurança para as mulheres num trabalho desenvolvido por todas as autoridades responsáveis pela Casa da Mulher Brasileira”, frisou o Prefeito.

A secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liz Derzi de Matos destaca que a Casa da Mulher Brasileira já realizou mais de três mil atendimentos desde fevereiro. “Estes números mostram o bom funcionamento da Casa e que os poderes que aqui trabalham estão empenhados em proteger a mulher e dar mais segurança par que elas possam ter qualidade de vida e dignidade”.

 Fonte/Autor: Emidio Denardi 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também