Petista diz que aliança com PMDB teria levado partido à  vitória em Mato Grosso do Sul

O deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT), cotado para assumir a presidência do PT, colocou um pouco mais de pimenta na já ardida relação dentro do PT após a derrota de Delcídio do Amaral (PT) no Governo do Estado.

O deputado fez uma avaliação sobre o futuro do PT e acabou analisando a eleição que passou, concluindo que o partido errou ao fazer alianças. “Perdemos a eleição aqui pela dificuldade de alianças. Não adianta aliança com partido pequeno. Aqui nós tínhamos dois partidos grandes: PT e PMDB. Agora tem o PSDB. Erramos na aliança”, avaliou.

Surpreendentemente, o deputado entende que o partido deveria ter fechado aliança com o maior rival em Mato Grosso do Sul, o PMDB. Na avaliação de Biffi, se tivesse feito aliança com o PMDB, certamente Delcídio teria vencido a eleição em uma dobradinha com Simone Tebet (PMDB).

O deputado chegou ao raciocínio ao concluir que a diferença de votos entre Delcídio e Azambuja no segundo turno da eleição coincide com o número de votos que Nelsinho Trad (PMDB) teve, o que significa que os votos do PMDB fizeram a diferença.

Mais ligado a Delcídio, Biffi tem um raciocínio bem diferente do deputado federal Zeca do PT, que avalia como principal motivo da derrota a falta de combatividade do PT. Na avaliação de Zeca, o PT errou ao poupar de criticas o principal adversário do partido, André Puccinelli. O deputado federal eleito entende que a timidez da campanha de Delcídio acabou favorecendo Azambuja na condição de candidato da oposição.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também