Partidos indicam 15 nomes para disputar cadeira principal do municipio

Os partidos políticos de Campo Grande indicaram, juntos, 15 pessoas para disputar o privilégio de administrar a Capital, de 2017 a 2020. Marquinhos Trad (PSD), Professora Rose (PSDB), Rosana Santos (Psol), Adalton Garcia (PRTB), Alcides Bernal (PP), Alex do PT (PT), Aroldo Figueiró (PTN), Athayde Nery (PPS), Coronel David (PSD), Elizeu Amarilha (PSDC), Luís Pedro (Pros), Marcelo Bluma (PV), Pedro Pedrossian Filho (PMB), Alexsandro Arce Durand (PCO) e Suél Ferranti (PSTU).
 
O PSD e mais seis partidos, representados em três chapas na proporcional –uma com PT do B, DEM e PHS, outra do PTB, uma com o PEN e PRP e a do próprio PSD. A advogada Adriana Lopes (PEN) será a vice da chapa. A convenção se deu na noite de quinta-feira (4). “O Marquinhos é bom no chão e também no plano de governo, por isso temos o melhor programa para a cidade. ” Disse o presidente do PTB, Nelson Trad Filho.
 
Até a noite de ontem, o maior arco de alianças era o do PSDB, da Professora Rose, com PSB e PDT, em uma chapa de vereadores, e outra com PRB, SD, PSL e PR –que indicou o candidato vice, Cláudio Mendonça. “Foi trabalhada essa parceria em torno do projeto com diálogo. Em nenhum momento tínhamos o interesse de agregar quantidade, e sim compromisso com a proposta”, disse o presidente municipal do PSDB, vereador Lívio Leite.
 
Em rápido evento na noite de ontem, o PP oficializou sua lista de candidatos a vereador, em aliança com o PTC, e da chapa majoritária. Alcides Bernal, que não foi pré-candidato, apesar de ser o prefeito, foi escolhido para a pleitear a reeleição, tendo como vice o promotor de Justiça aposentado, Ulisses Duarte.
 
O partido entra na campanha com 44 nomes e ambicionando quatro vagas no parlamento. “Queremos trabalhar pela continuidade de um trabalho baseado em seriedade e respeito ao cidadão. O Ulisses é um homem sério, que tem a mesma proposta na política. É com certeza alguém que posso confiar”, falou Bernal, que teve problemas com o vice de 2012, Gilmar Olarte (Pros) –figura que ele protagonizou uma rivalidade política particular devido à cassação de mandato.
 
Articulações na última semana de prazo das convenções impediram que o número fosse ainda maior.
 
 
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também