Modelo considerada ‘gorda’ critica indústria da moda

Depois de ser rejeitada em desfiles por "possuir curvas demais", a jovem modelo sueca Agnes Hedengard, de 19 anos, resolveu fazer um vídeo mostrando sua indignação e postá-lo nas redes sociais.

Na gravação, a garota afirma que teve de parar de modelar por ter sido considerada "gorda demais" e que as marcas se recusaram a contratá-la por causa de suas medidas, mandando que ela "entrasse em forma".

Agnes trabalhava como modelo desde os 15 anos e ficou em terceiro lugar no Suécia Next Top Model em 2014. Seu IMC (Índice de Massa Corporal) é de 17,5, considerado abaixo do peso. "Eles consideram minhas medidas muito grandes e meus quadris muito largos. De acordo com a indústria da moda, você não pode ser assim. Você precisa ser mais magra. Eu entrei em contato com grandes agências e clientes que queriam muito trabalhar comigo, mas, assim que souberam minhas medidas, mudaram de ideia", afirmou Agnes.

Ela declarou à revista sueca Veckorevyn que, após ser descartada como modelo, se tornou assistente de uma loja em Estocolmo. "Quando trabalhava com isso, mal me alimentava e contar calorias era uma tarefa diária, além de me exercitar todos os dias. Eu tinha pensamentos anoréxicos, mas lutei contra eles", acrescentou Agnes.

Veja o video: https://youtu.be/4hEMv9QUIzE

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também