Médicos estão proibidos de usar ambú em pacientes na Santa Casa

O uso do ambú composto de um balão flexível acoplado a válvulas está proibido de ser usado na Santa Casa de Campo Grande em pacientes que estejam em parada cardiorrespiratória  ou com dificuldades respiratórias.
 
O presidente da ABCG  (Associação Beneficiente de Campo Grande),  Esacheu Nascimento, comunicou a Promotoria da Saúde e determinou que não será mais aceita, nas dependências do hospital, a utilização inadequada do ambú.
 
Conforme a assessoria de imprensa do hospital, com seis meses de mandato tentando sensibilizar as autoridades, e sem obter nenhuma solução no sentido de evitar o sofrimento humano foram tomadas as medidas necessárias para o cumprimento da determinação.
 
Foram feitas mudanças físicas prediais no Pronto Socorro, realocação de setores e algumas alterações de fluxo e atendimento para disponibilizar alguns leitos que possam ser convertidos em pontos de respiração mecânica de forma emergencial e transitória nas necessidades.
 
As medidas administrativas garantiram a ausência da prática desde sexta-feira (22), e as alterações físicas, que foram concluídas nesta segunda-feira (25), devem assegurar a flexibilidade necessária aos leitos da área Vermelha do Pronto Socorro para que a mesma não volte a ocorrer.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também