Marquinhos se consolida nas 7 regiões da Capital, revela pesquisa Valle

O candidato Marquinhos Trad (PSD) lidera a corrida pela disputa da prefeitura nas 7 regiões de Campo Grande. No cômputo geral, ele aparece com 25,88% das intenções de votos, frente aos 13,64% do atual prefeito Alcides Bernal (PP), seguido pela candidata do PSDB, Rose Modesto com 10,70% fechando o “G3”.
 
Marquinhos leva a maior vantagem sobre os dois principais concorrentes na região central da cidade. Ali o pré-candidato do PSD aparece com 5,41%. Rosiane ficou com 1,64% superando Bernal, Já o prefeito obteve 0,98%, no grupo dos "3 mais". Mesmo considerando a margem de erro da pesquisa, de 3,36% pontos percentuais para cima ou para baixo, nota-se elástica diferença para o candidato do PSD, em determinados bairros, tanto nos mais afastados quanto na parte central.
 
Fora do centro, Marquinhos conquistaria mais votos, segundo a pesquisa, na chamada região do Prosa. Marquinhos alcançou, conforme o levantamento do Instituto Valle, 4,11% das intenções de voto. Bernal, ficou 2,23%, Rose com 1,76%, no “G3”. A região do Prosa é composta também por 11 bairros, entre os quais Danúbio Azul, Monte video, Autonomista, Margarida, Noroeste, Mata do Jacinto, Estrela Dalva e Santa Fé. 
 
Na região do Lagoa, que compreende 11 bairros, entre eles o Caiçara, Leblon, Taveirópolis, Tijuca e União. Nessa parte da cidade, o concorrente do PSD, conquistou 2,50% do eleitorado entrevistado. Já Bernal ficou com 2,23%, Rose com 1,52% no chamado “G3”.
 
Na parte chamada Segredo (oito bairros – Coronel Antonino, José Abrão e Nova Lima, entre outros), o candidato do PSD obteve 3,88%, Rose superou o atual prefeito ficando com 1,88%, e Bernal, ficou 1,64%,  formando o “G3”.
 
Na região do Imbirussu (oito bairros, Popular, Indubrasil, Santo Amaro e Santo Antônio e vilas nos arredores). Nessas localidades, Marquinhos apareceu com 3,52%, o prefeito alcançou 1.76%, Rose Modesto com 0,85%, também no “G3”.
 
Na região do Bandeiras (13 bairros, Amambaí, Planalto e São Bento, entre eles), Marquinhos conquistou 3,29% o prefeito, 1,88%. Nessa região, a pré-candidata tucana obteve 1,05% no “G3” segundo a pesquisa.
 
Na maior região de Campo Grande, Anhanduizinho (14 bairros, entre eles os populosos Aero Rancho e Guanandi), Marquinhos ficou com 3,17% segundo a pesquisa. O pepista apareceu com 2,92%; a tucana com 2,00% finalizando no “G3”.
 
Como é a primeira vez em que os quinze candidatos à prefeitura são apresentados no disco por um instituto e sugestionados ao eleitor, cresceu os numeros de votos brancos, nulos e indecisos, somando 38.41%. Isso pode ter subtraído pontos dos três candidatos mais fortes; Marquinhos, Bernal e Rose Modesto.

No gráfico, você vê todos os números da pesquisa estimulada.

Fonte
A pesquisa realizada pelo Instituto Valle Pesquisas se trata de uma pesquisa de opinião pública, para levantar os índices de votos dos candidatos a prefeito e vereadores de Campo Grande. Seu registro é o de número MS-08296/2016. Para um intervalo de confiança de 95% e um tamanho de amostra de 850 entrevistas, com margem de erro máxima estimada foi de 3,36 pontos percentuais, para mais ou para menos.

EXECUTORA: INSTITUTO VALLE PESQUISAS
CONTRATANTE:  INSTITUTO VALLE PESQUISAS 
DATA DA PESQUISA: 10 AO DIA 14/08/2016 – DIVULGAÇÃO 16/08/2016  

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também