Livro homenageia atletas de voleibol da década de 60 em MS

A noite desta quinta-feira (11) foi reservada ao lançamento do livro que conta a história do voleibol em Mato Grosso do Sul, onde dois professores da Funesp (Fundação Municipal do Esporte), relatam suas experiências e trabalho na modalidade no Estado. Ontem foi conhecido o trabalho e suas personalidades do livro "Resgate histórico do voleibol de Mato Grosso do Sul", dos profissionais de Educação Física, Wilson Anderson de Almeida e Valmir Moises Rabel. O evento ocorreu no Armazém Cultural e contou com a presença de autoridades e atletas da década de 60 e 70, que foram homenageados, além de admiradores da modalidade.

Durante a solenidade o professor da Funesp, Wilson Anderson comentou que escrever o livro não foi fácil, mas “foi muito gratificante, sendo um sonho realizado”. “Muitas pessoas passaram pelo voleibol e todas deixaram um legado fundamental para as próximas gerações. O voleibol está no sangue”. Valmir Moises falou sobre os capítulos do livro, pesquisas e sobre a importância do resgate da história. “São muitas histórias e recortes de fatos importantes da época e agora ficam para as futuras gerações”.

Entre as histórias narradas no livro, está a do diretor-presidente da Funesp, José Eduardo Amancio da Mota, quando dirigiu a Federação de Voleibol de MS. Segundo Nando, é importante esclarecer que a Federação entra como um dos protagonistas nessa jornada mediante a qualidade de suas realizações. “Este é um momento de realização para a Federação de Voleibol de MS e para todos que fizemos parte da história. Eu não fui atleta profissional, mas sempre joguei, admirei, pratiquei e trabalhei pela modalidade, onde fui presidente”.

Diversas personalidades foram homenageadas ontem entre elas a professora Cândida Santos que fez parte da história do desenvolvimento do voleibol. “Foram muitos momentos e pessoas importantes que estiveram presente no voleibol de MS. Eu lembro com satisfação e emoção daquela época.”

Apoios
Para a publicação do livro, os professores tiveram apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio do Fundo de Investimento a Cultura da Fundação de Cultura de MS e para o lançamento recebam apoio da FVMS e da Prefeitura de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Esporte.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também