Gasolina em MS varia entre R$ 3,35 e R$ 3,50

Nesta segunda-feira (2), em Campo Grande, apenas os estoquistas estão vendendo a gasolina com o preço médio de R$ 3, conforme o diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes de Mato Grosso do Sul (Sinpetro/MS), Valmir Faleiros. O reajuste foi anunciado neste domingo (1°), pelo Governo Federal, com aumento de R$ 0,22 por litro da gasolina e R$ 0,15 por litro do diesel.

Em Campo Grande, conforme apurou o G1, muitos postos já estavam repassando o aumento para o consumidor no mês de janeiro. “Aqueles que ainda tem estoque estão vendendo a R$ 3, em média, o litro. Porém a próxima remessa, com certeza, já será com o aumento. O preço média ficará entre R$ 3,35 e R$ 3,50, dependendo dos custos de casa empresário”, afirma o diretor.

Assim, conforme o sindicato, quando o consumidor encher o tanque do carro, vai sentir a diferença. Hoje, um tanque de gasolina com 55 litros custa R$ 167. Com o reajuste, vai custar R$ 179.

“Por conta dos tanques ecológicos no Estado e a estabilização da inflação, os postos não acumulam mais do que 60 mil litros de combustíveis, então eles infelizmente eles precisam repassar esse valor final aos clientes”, finaliza o diretor.

Tributação
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou em entrevistas recentes um pacote de quatro medidas fiscais que elevam a tributação, encarecem o custo do crédito e devem reduzir o consumo. A expectativa é de elevar a arrecadação em R$ 20,63 bilhões em 2015, em mais uma ação para buscar colocar as contas públicas em ordem e reconquistar a confiança dos agentes econômicos.

Entre as ações está a volta da cobrança da Cide (tributo regulador do preço de combustíveis, zerada desde 2012) e o aumento de PIS/Cofins sobre a gasolina e diesel. A expectativa do governo é arrecadar R$ 12,18 bilhões com esta medida em 2015.

Aumentos
No dia seis de novembro de 2014, a Petrobras anunciou o aumento do preço de venda nas refinarias da gasolina e do diesel. A alta da gasolina nas refinarias foi de 3% e do diesel, de 5%. Já no dia 14 do mesmo mês, conforme o Sinpetro/MS, uma publicação no Diário Oficial da União alterou a pauta dos combustíveis em todos os Estados a partir do dia 1º de dezembro.

Em Mato Grosso do Sul a gasolina, que era taxada em R$ 3,05, passou para R$ 3.1720. Já o diesel, que era taxado em R$ 2,30, passou para R$ 2.4610. Por conta disso, a gasolina e o diesel serão taxados, para efeito de recolhimento do ICMS, sobre os novos valores de pauta, o que encarecerá esses produtos. A gasolina terá reajuste, em média, de R$ 0,04 e o diesel de R$ 0,05, em média

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também