“Fomos enganados” – Governo do PSDB não deu certo em MS

 
Fomos novamente pauta de matéria do “Jornal Nacional” da Rede Globo de televisão, aonde as mazelas da saúde em nosso estado foram expostas para toda a nação brasileira. A realidade da má administração da saúde é bem pior. Segundo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado nesta quarta (20), já são 85 óbitos por H1N1 em todo o Estado. Reinaldo e Rose, não se pronunciaram, nem sequer uma “carta de pêsames” foi enviada para as famílias…
 
“A Caravana da Saúde” é uma farsa, feito somente para “Inglês ver”, ou seja, é somente marketing político, não funciona. A novidade agora é que Azambuja pagará R$ 14 milhões para uma ONG administrar “Central de Regulação” da saúde, e não tem dinheiro para comprar respiradores. Lamentável!
 
As eleições estão chegando, e os “marqueteiros” de Minas Gerais, estão de volta. O mesmo grupo que fizeram a campanha de 2014 para o PSDB, são agora os coordenadores de Rose Modesto para a corrida ao paço municipal.
 
Rose Modesto e o PSDB, quer implantar em Campo Grande, o mesmo projeto de administração do governo do estado, que já foi provado que “não deu certo”.
 
Para “piorar” ainda mais, Rose se aliou ao Partido da República (PR) de Giroto e Londres Machado, e agora parte para cima de um “novo” aliado; o PMDB de André Puccinelli, que teve seus bens todos bloqueados por envolvimento com a “Lama Asfáltica” e o “Aquário do Pantanal” que já consumiu mais de R$200 milhões de reais.
 
Confiante de que haverá acerto com o PMDB, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reiterou, ontem (20), existir, sim, espaço para o partido no “ônibus’ do PSDB em eventual aliança em torno da pré-candidatura de Rose Modesto à prefeita de Campo Grande.
 
PROMESSAS NÃO CUMPRIDAS POR REINALDO E ROSE EM 2014:
 
ICMS ANTECIPADO – Acabar com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) garantido para micro e pequenas empresas e adotar o limite federal para o Supersimples.
 
CARGA TRIBUTÁRIA – Reduzir a carga tributária do estado. (Fez o contrário e aumentou ICMS de vários produtos e principalmente o ICMS do óleo diesel de 12% para 17%.)
 
MELHORAR O ÍNDICE DO IDEB – Melhorar o índice no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).
 
AMPLIAR A EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL – Ampliar o acesso à escola de tempo integral e garantir a implantação de escolas de tempo integral nas regiões onde os índices de violência são elevados.
 
DESTINAR 1,5% DO ORÇAMENTO PARA A CULTURA – Definir percentual mínimo de 1,5% do orçamento para a cultura.
 
ACABAR COM O DÉFICIT HABITACIONAL – Eliminar o déficit habitacional no estado.
 
IMPLANTAR PORTOS DE EMBARQUE DE BOVINOS – Implantar portos de embarque de bovinos no Paiaguás e no Nabileque.
 
CRIAR PROGRAMA 'SAÚDE DENTRO DE CASA' – Criar o programa 'Saúde dentro de casa' com o objetivo de levar atendimento médico para a casa das pessoas.
 
CRIAR E IMPLANTAR O PRONTO ATENDIMENTO AO IDOSO – Criar e implantar o Pronto Atendimento ao Idoso. O programa de governo não fornece mais detalhes do projeto.
 
ABRIR CONCURSO PÚBLICO PARA MÉDICOS – Abrir concurso público para médicos no estado.
 
COMBATE A INCÊNDIOS FLORESTAIS – Implantar e estruturar o Corpo de Bombeiros especializado em combate a incêndio de florestas nas regiões de expansões da silvicultura.
 
E por aí vai…
 
Os moradores da Capital, estão acompanhando de perto todos estes movimentos políticos. Estamos de olho!
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também