Em noite de Pato, São Paulo goleia o Danubio por 4 x 0

Ausente na dura derrota para o Corinthians, clube com o qual ainda tem contrato, Alexandre Pato garantiu na noite desta quarta-feira a recuperação do São Paulo na Copa Libertadores. O atacante voltou a se destacar e marcou dois gols na vitória por 4 a 0 sobre o uruguaio Danubio, no Morumbi. Reinaldo e Cafu completaram o placar.

Confirmado o favoritismo, o time treinado por Muricy Ramalho soma os três primeiros pontos na competição e se recupera da derrota no clássico na estreia. O último colocado do grupo passa a ser justamente o Danubio, com duas derrotas. Também integra o grupo, além do Corinthians, o argentino San Lorenzo.

O jogo – Logo aos três minutos, Alexandre Pato mostrou que seria o nome do jogo. Reinaldo colocou a bola entre as pernas do marcador, avançou à linha de fundo e cruzou. Bem colocado na grande área, Pato acertou um lindo chute de primeira e abriu o placar. Aos 29 minutos, ele só não fez outro golaço, este por cobertura, porque colocou força demais na bola.

A diferença técnica entre os dois times se provou gigantesca com o passar do tempo. O meia González era o jogador mais perigoso do Danubio, mas não tinha companhia à altura. O São Paulo, por sua vez, contava com Michel Bastos mais uma vez inspirado. Ganso e Luis Fabiano, ao contrário, não estiveram muito participativos na primeira etapa.

Ficou a cargo de Pato, então, também o segundo gol. Depois de Bruno escapar nas costas do lateral esquerdo e acertar o cruzamento, Pato se valeu da falta de marcação para escolher o canto direito e cabecear a bola para a rede: 2 a 0. Foi o oitavo gol do atacante em nove partidas na temporada.

Na volta do intervalo, o Danubio tentou reagir. Um cabeceio de González passou rente à trave direita. Mais tarde, Fornaroli também arrematou acima do travessão. A reação uruguaia, porém, acabou aos 24 minutos. Reinaldo recebeu na esquerda e arriscou. A bola desviou na defesa e entrou. No minuto seguinte, Hamilton Pereira discutiu com Michel Bastos e com o árbitro Enrique Osses e foi expulso, facilitando a lição de casa da equipe brasileira. Para não dar brecha ao azar, Muricy Ramalho sacou dois de seus pendurados (o volante Denilson e o lateral direito Bruno) e ainda comemorou mais um gol, aos 43 minutos, marcado por Cafu, sua terceira substituição.

(Com Gazeta Press)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também