‘De onde veio o dinheiro para a convenção do PSDB?

Segundo especialistas em shows e eventos, o lançamento oficial da candidatura de Rosiane Modesto do PSDB, ficou perto de um milhão de reais (R$1.000.000,00), entre; locação do ginásio do Rádio Clube Campo, som, iluminação, palco, cadeiras, câmeras de tv, drones (para captação de imagens aéreas) aluguel de geradores de energia, telões de led, jingle, decoração do ginásio, seguranças, recepcionistas, gastos com locomoção de pessoas (entre eles muitos comissionados do governo e funcionários do Sebrae) e por ai vai.
 
Como todos já sabemos, estão proibidas as doações de dinheiro de empresas para campanha política, e é claro, o PSDB municipal de Campo Grande, não fez nada sem emissão de “notas fiscais” pelas prestadoras de serviços. O PSDB, sempre presou pela “transparência” e com certeza em momento oportuno irá apresentar a toda a sociedade e a justiça eleitoral os custos.
 
A nível nacional, estamos assistindo confissões de utilização de dinheiro de “caixa 2” em campanhas eleitorais, nestas eleições de 2016, não será diferente. A justiça eleitoral está atenta e a população acompanha tudo de perto através dos meios de comunicação mais diversos. Mas, “De onde veio o dinheiro para a convenção do PSDB?

CONFISSÃO DE CULPA?

Outro assunto que nos chamou muito a atenção na convenção do PSDB, foi as declarações da candidata Rose Modesto; “Vamos fazer em Campo Grande o que está sendo feito no Governo do Estado”. Isso é quase uma confissão de culpa.
 
Rose, quando foi candidata a vice-governadora juntamente com Azambuja, prometeram “um mundo maravilhoso” para a população do Mato Grosso do Sul, e não cumpriram. 
 
PROMESSAS NÃO CUMPRIDAS POR REINALDO E ROSE EM 2014:
 
ICMS ANTECIPADO – Acabar com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) garantido para micro e pequenas empresas e adotar o limite federal para o Supersimples.
 
CARGA TRIBUTÁRIA – Reduzir a carga tributária do estado. (Fez o contrário e aumentou ICMS de vários produtos e principalmente o ICMS do óleo diesel de 12% para 17%.)
 
MELHORAR O ÍNDICE DO IDEB – Melhorar o índice no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).
 
AMPLIAR A EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL – Ampliar o acesso à escola de tempo integral e garantir a implantação de escolas de tempo integral nas regiões onde os índices de violência são elevados.
 
DESTINAR 1,5% DO ORÇAMENTO PARA A CULTURA – Definir percentual mínimo de 1,5% do orçamento para a cultura.
 
ACABAR COM O DÉFICIT HABITACIONAL – Eliminar o déficit habitacional no estado.
 
IMPLANTAR PORTOS DE EMBARQUE DE BOVINOS – Implantar portos de embarque de bovinos no Paiaguás e no Nabileque.
 
CRIAR PROGRAMA 'SAÚDE DENTRO DE CASA' – Com o objetivo de levar atendimento médico para a casa das pessoas.
 
CRIAR E IMPLANTAR O PRONTO ATENDIMENTO AO IDOSO – O programa de governo não fornece mais detalhes do projeto.
 
ABRIR CONCURSO PÚBLICO PARA MÉDICOS  
 
COMBATE A INCÊNDIOS FLORESTAIS – Implantar e estruturar o Corpo de Bombeiros especializado em combate a incêndio de florestas nas regiões de expansões da silvicultura.
 
Estamos de olho!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também