De 8 mil professores da Reme, só 30 vão em “pedalada”. O movimento grevista esta desunido!

Só 30 professores da Rede Municipal de Educação (Reme) fizeram uma "pedalada" na manhã deste sábado (4), em Campo Grande, segundo a Associação Campo-grandenses de Professores (ACP). O movimento grevista esta desunido. 

Os profissionais estão há 41 dias em greve e o presidente da ACP, Geraldo Gonçalves, diz que o ato é em protesto ao não cumprimento das reinvindicações da categoria por reajuste salarial.

“É uma prática de esporte e integra um dos atos da greve que os professores fazem na capital. Eram esperadas 100 pessoas, mas por causa das condições do tempo o número foi inferior”, afirma.

Os profissionais pedalaram por várias ruas e passaram até em frente ao prédio da prefeitura municipal. A pedalada começou às 8h20 (de MS).

Greve
Professores municipais de Campo Grande estão em greve desde o dia 25 de maio. Eles pedem aumento de 13,01%, o que equiparia o salário ao piso nacional da categoria.

Eles já fizeram manifestações na Câmara Municipal e em frente à prefeitura. O sindicato e a prefeitura tentam negociar o fim da paralisação, mas os professores não aceitaram nenhuma proposta da prefeitura até então.

No dia 27 de maio, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul determinou que pelo menos 66% dos professores em greve voltem ao trabalho. Em caso de descumprimento, foi determinada uma multa de R$ 50 mil.

A decisão do desembargador Carlos Eduardo Contar aceitou o pedido de liminar na ação ordinária impetrada pela prefeitura de Campo Grande com pedido de declaração de ilegalidade da greve.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também