“Crime eleitoral” – Servidores e carro oficial são flagrados em reunião de Rose com ONGs

Denúncia feita por representantes de entidades assistenciais que mantêm convênios com a Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) indica suposto uso de estrutura oficial do Governo de MS para reunião de cunho eleitoral da pré-candidata do PSDB a prefeita de Campo Grande, vice-governadora Rose Modesto, na noite desta quarta-feira (6).

A reportagem esteve no local indicado pelas entidades “convidadas”, uma casa em bairro nobre e confirmou a reunião. No local, diretores de entidades assistenciais que dependem dos convênios com a secretaria para receber recursos estaduais confirmaram que haviam sido convidados por servidores ligados à pasta, comandada justamente por Rose até abril deste deste ano.

Na frente da casa, por volta das 19 horas, os convidados confirmaram à reportagem que o teor da reunião seria uma 'conversa com a pré-candidata Rode Modesto'. Diretoras de uma associação de apoio a criança e adolescentes, por exemplo, confirmaram que a ligação para que fossem ao encontro partiu de funcionária da secretaria chamada Graziela.

João Carlos, representante de uma ONG (Organização Não Governamental) voltada às obras sociais, está entre os que receberam convite e confirmou o chamado para reunião exclusivamente com Rose. Ele afirmou que a tucana “foi uma grande parceira da instituição, enquanto era vereadora”, contudo não soube falar qual a pauta do encontro.Junto às denúncias o jornal recebeu cópia de e-mails com convite assinado pela superintendente de projetos especiais da secretaria de Assistência Social, Gisele Niciane, usando conta pessoal e enviado fora do horário de expediente de trabalho.

Enquanto a reportagem permaneceu no local, Rose não foi vista entrando no imóvel, mas as entidades presentes asseguraram que a reunião aconteceria com a presença dela.

A vice-governadora foi lançada pré-candidata à Prefeitura de Campo Grande no final de junho. Segundo a denúncia enviada ao Midiamax, servidores estaduais e veículos oficiais estariam a serviço da pré-campanha da tucana. No local da reunião, a reportagem flagrou o automóvel oficial Renault Logan de placas HTO-2177 estacionado.

Na porta da casa alugada para a reunião, Jeferson, que se identificou inicialmente como servidor público estadual e coordenador do evento, mudou a versão quando descobriu a presença da equipe jornalística. Na sequencia, ele seguiu até o Logan e retirou o carro do local em alta velocidade, conforme mostra o vídeofeito no momento.

Procurada, a assessoria de imprensa informou que o episódio será explicado em nota. Na manhã desta quarta ela foi ao Sebrae com o mesmo intuito. O superintendente da instituição, Cláudio Mendonça (PR), oficializou apoio à chapa tucana no final de junho e está entre os nomes que podem preencher a vaga de candidato a vice.

Em entrevista após a reunião, ambos ressaltaram que ainda não são candidatos, pois a decisão precisa ser homologada em convenção e que Rose foi convidada para falar. Embora a informação seja essa, o próprio Sebrae confirmou o cunho da reunião ao estender o convite a outros nomes que pretendem disputar a Prefeitura.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também