China quer proibir modelos no Salão do Automóvel de Xangai

Modelos com trajes sensuais poderão ser banidas de um dos eventos mais importantes da indústria automotiva na Ásia em 2015. Victor Yang, um porta-voz da Geely, afirmou nesta sexta-feira (9) que a companhia recebeu um aviso dos organizadores do Salão de Xangai de que não serão permitidas modelos no evento, marcado para 20 de abril.

O governo chinês vê um aumento da vulgaridade na sociedade, o que intensificou as punições sobre pornografia e liberdade de expressão, desde que o presidente Xi Jinping assumiu o comando em 2013.

Um representante da organização do salão afirmou que a restrição está em estudo e que uma decisão será divulgada em breve, sem fazer mais comentários.

Em diversos salões no mundo inteiro, as marcas usam modelos para chamar visitantes aos seus estandes.Em alguns casos, as modelos chegam a atrair mais atenção que os próprios carros.

Os censores do governo chinês foram altamente criticados recentemente por cortarem cenas que mostravam decotes femininos em uma novela na televisão. Os portais na internet também estão sendo pressionados para retirarem conteúdos considerados “ofensivos” pelo governo.

Enquanto a notícia sobre modelos é criticada nas redes sociais, o porta-voz da Geely vê de forma positiva. “O salão é um evento para mostrar carros, não modelos bonitas”, afirmou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também