Câmara Federal e as viagens aéreas para as mulheres dos Deputados Federais

 ‘APLAUSOS’  Enquanto  o povo esperneia, a Câmara Federal reajusta verba de gabinete, auxílio moradia, conta telefônica e facilita as viagens aéreas dos deputados e mulheres. Mais uma decisão entre amigos com os custos pagos por nós, é claro!
A PROPÓSITO   Entre janeiro de 2007 e outubro de 2008 o deputado Dagoberto  Nogueira usou essa cota de passagens para 40 voos internacionais (Paris, Milão, Miami, Nova York e Buenos  Aires). Em 22 deles levou a mulher e a filha.

DAGOBERTO se defendeu na mídia: “A gente fica até envergonhado porque entra na vala comum, que me revolta. Mas nunca me locupletei do dinheiro público.” Em tempo: essas viagens do deputado do PDT e familiares custaram R$92.629,60.  De leve…

O EPISÓDIO enseja o convite ao leitor para refletir sobre os argumentos dos políticos para justificar sua conduta. Alegam que é direito, que tem amparo na lei. Mas esquecem a ética. Ora! Nem tudo que é legal é moral. E pensar que eles representam você!

RESPEITO quem opta por escrever perfumarias, mas é preciso também  motivar  o leitor ao exercício de reflexão. Infelizmente, de modo geral, o legislador municipal, estadual e federal, adota a ‘Lei de Gerson’. Só visa vantagens pessoais. E só!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também