Caçadores se perdem na mata e dormem em árvore, com medo de Onças em MS

Trio se alimentava de brotos e dormia em árvore para fugir de onças. Eles foram presos por porte ilegal de arma e liberados após pagarem fiança.

Depois de dois dias perdidos no Pantanal, três caçadores, de 20, 26 e 54 anos, foram resgatados pela Polícia Militar Ambiental (PMA) em Miranda, cidade a 195 km de Campo Grande. Eles estavam perdidos desde o dia 27 de janeiro e foram encontrados na quinta-feira (29), conforme divulgado pela polícia nesta sexta-feira (30).

Segundo a corporação, os homens se alimentavam de brotos de bacuris e dormiam em cima de uma árvore para fugir de onças pintadas que poderiam aparecer no local.

Por conta do desaparecimento, os familiares acionaram a polícia e disseram que o trio estaria caçando em uma fazenda. Conforme informações da PMA, no momento do resgate o trio estava debilitado.

Em seguida, os caçadores foram encaminhados para o Pronto-Socorro de Miranda e, depois de medicados, foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil da cidade. A PMA ainda informou que os caçadores relataram não ter abatido animais silvestres, mas confessaram que perseguiram, um cateto, um queixada e atirarem em um porco-do-mato.

O grupo confessou que estava praticando caça predatória. Após buscas pelo local, policiais encontraram três armas e cartuchos, os quais os homens teriam ocultado. Eles foram presos por porte ilegal de arma de fogo e foram liberados após pagamento de fiança de R$ 300 para cada um.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também