Atriz americana chega aos 19kg e pede ajuda

A atriz norte-americana Rachael Farrokh, de 37 anos, conhecida por atuar em curta-metragens independentes como Accused, Suicide Dolls, Comatose, Angry Asian Man e Going Down, lançou uma campanha na web para se tratar da anorexia nervosa, transtorno com a qual lida há uma década.

Ela, que atualmente pesa cerca de 19kg, e o marido, Ron Edmondson, estão buscando ajuda de internautas para arrecadar dinheiro para o tratamento adequado, que é de cerca de 350 mil dólares.

Em um vídeo de menos de 2 minutos, Rachael conta que é vítima de "uma doença psicológica que tem consequencias biológicas" e precisa de ajuda médica no único hospital especializado no assunto dos EUA, já que outros centros médicos se recusam a atendê-la por conta do peso extremamente baixo.

O marido, que abandonou o emprego para cuidar de Rachael diz que, se ela consumir muitas calorias, o corpo dela pode gastar mais do que deveria e ela perderia ainda mais peso. "As pessoas acham que a doença é uma questão simples sobre magreza e se alimentar bem. Que se alimentar é o suficiente para ficar bem. A verdade é que estas pessoas estão sofrendo tanto que querem desaparecer, e só nós os ignorarmos, eles vão nos deixar", diz o texto da campanha.

Rachael começou a emagrecer rapidamente depois de ser demitida de forma inesperada e já passou por alguns episódios de parada cardíaca, falência do fígado e recebeu transfusões de sangue. Além disso, ela vem observando suas capacidades físicas (incluindo a respiração) e mentais se deteriorando.

A anorexia é, entre jovens adolescentes, a terceira doença crônica psiquiátrica mais comum e tem um índice de mortalidade de 5,6%, conforme informações da Associação de Psiquiatria Americana (APA). A distorção da imagem corporal (a pessoa não se enxerga no espelho como realmente é) e a compulsão pela magreza estão ligadas a condições como: influência dos meios de comunicação, ansiedade, baixa autoestima, ansiedade e fatores genéticos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também