Associação de Oficiais da PM diz que voz de prisão a ex-deputado foi justa e legal

O Coronel Alírio Villasanti Romero, presidente da Associação dos Oficiais Militares de Mato Grosso do Sul, afirmou que a entidade está acompanhando o caso e promete apoio ao Major Edílson, envolvido na ocorrência de desacato que envolveu o ex-deputado Jonathan Pereira Barbosa, vice-presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul).                                                                                                                                                                                                                                                                                                     Apesar da voz de prisão, que foi até gravada em vídeo, as informações são de que sequer o Boletim de Ocorrência teria sido registrado após 'pressão' para evitar que o desacato, crime de ação penal pública, fosse oficializado. Deixar de cumprir o dever constitui crime de prevaricação.

Ninguém se manifesta oficialmente sobre o episódio, mas no SIGO, sistema da polícia que lista as ocorrência simples como a do fato, não consta o B.O. até esta manhã de sexta-feira (30), mediante consulta com senha de uso restrito a jornalista.

Segundo o coronel Vilassanti, o major agiu dentro dos procedimentos padrão independente de quem seja a pessoa abordada. “O nosso oficial agiu dentro dos padrões. Tentou de todas as formas dialogar. Mas, no momento que foi ofendido tomou a decisão de fazer o encaminhamento dentro da legalidade e o caso foi parar na delegacia”, afirmou.

Villasanti disse ainda que essas situações são rotineiras no decorrer do trabalho do policial militar. “Independente de quem seja a pessoa, a norma é sempre a mesma. Se houve ofensa tem que autuar por desacato. Não estou totalmente inteirado do fato, mas estamos solidários como nosso associado e se houver algum desdobramento o nosso departamento jurídico poderá ser acionado”, afirmou o coronel.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também