Câmara Municipal de Campo Grande pode ter renovação expressiva

Campo Grande

06/09/2020 19h37

O fim das coligações nas eleições de vereadores, o Covid-19 e o desejo por mudança, pode renovar a Cãmara municipal de Campo Grande em mais de 55%. É o que conferiu o Instituto Ranking Pesquisa neste último levantamento de dados.

A proibição de coligações nas chapas proporcionais tem o objetivo impedir que um partido “transfira” votos para candidatos de outras legendas, com votação inferior, apenas por estarem coligados. 

O fim das alianças nas proporcionais nas eleições de 2020 pode fazer com que siglas atualmente “grandes” acabem se transformando em pequenas e deve gerar número recorde de candidaturas tanto ao Executivo quanto ao Legislativo.

A pesquisa com o registro MS-01292/2020 foi realizada entre os dias 1 e 4 de setembro com homens e mulheres acima de 16 anos, de diversas escolaridades e renda. Para um intervalo de confiança de 95% e um tamanho de amostra de 1.200 entrevistas, a margem de erro máxima estimada foi de 2,85%, para mais ou para menos.

Espontânea

Instituto Ranking quis saber da população de forma espontânea os nomes que deveriam ser candidatos a vereadores no pleito de 2020 na Capital. Vale observar que esta grande relação não expressa numericamente a totalidade das candidaturas que podem e devem ser registradas. É preciso atentar para o fato de que várias citações expressam um desejo ou uma intenção de quem quer votar em alguém, e não necessariamente uma referência a candidaturas já definidas.

Em primeiro aparece o vereador Otávio Trad com (1,83), Professor Riverton em segundo com (1,75%), em terceiro aparece Juliano Gogoz (1,67%), na seguencia vem: Clemêncio Ribeiro - Ciclo Ribeiro (1,58%), Silvio Pitu (1,50%), Gilmar - Mazinho Silva (1,42%), Joel Faustino do projeto Amigos do Joel (1,25%), Professor Juari (1,17%), Amadeu Borges (1,08%), Bruna Lopes (1%), Bruno Nóbrega (0,92%), Maximo Brasil, (0,83%), Vivian Pedra (0,75%), Jean Carlos - Potência (0,67%) e Otávio Figueiró (0,58%).

No bloco que pontuaram (0,50%) estão: Chiquinho Telles, Zé da Farmácia das Moreninhas, Alex do Som, Paulo Rios, Trevizan, Roberto Mateus, João Bosco de Medeiros e Beto Ovelar. 

Veja a relação completa de todos os citados:

 

 

AVALIAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE

A pesquisa do Instituto Ranking, colheu dados da opinião pública sobre o que os eleitores pensa sobre a atuação dos vereadores e o desempenho da Câmara Municipal de Campo Grande. Bom/ótimo (19%), Regular (40,75%), Ruim/Péssimo (22%), Não sabem/Não respoderam (18,25%).

 

INSTITUTO RANKING PESQUISA

Contato: (67) 9 9968-0055 / 67 3023-4343
https://www.facebook.com/rankingpesquisa
E-mail: [email protected]

Fonte: Ranking/Diário MS News

Voltar ao Topo