Novo cenário – Volta a esperança!

03.02.2019

‘ESCONDIDINHO’ Por trás da eleição das mesas da Câmara e Senado há uma camada ‘saborosa’ que atrai os políticos (obesos ou não) de todos partidos. Os eleitos nas duas mesas tem à sua disposição um número expressivo de vagas para indicar aos seus aliados. Na Câmara são 485 cargos e no Senado nada menos que 197 vagas com salários variando entre R$ 2.500,00 a R$ 19.900,00. É assim que funciona. 

DEFINIÇÃO A sintonia entre as lideranças resultou na indicação do deputado Paulo Correa (PSDB) para a presidência do Legislativo Estadual, tendo como 1º Secretário outro experiente parlamentar – Zé Teixeira (DEM). A distribuição de outros cargos da mesa obedeceu aos critérios já adotados em outras ocasiões. A liderança do Governo naquela Casa de Leis será o preparado e combativo deputado José Carlos Barbosa (PSDB), advogado de bom calibre. 

POVO ARMADO Ouço e leio conceitos diversos sobre o acesso da população civil às armas de fogo. Acho genial o conceito de Leon Tróstski – ex-ministro da Defesa da União Soviética após a chegada do comunismo ao Kremlin. Vejamos: “…é imperativo, para que o socialismo chegue ao poder, desarmar a população. A história nos ensina que não se pode tomar o poder onde o povo está fortemente armado. Um povo armado é um povo livre.” 

BASTIDORES Aquela desistência da candidatura senadora Simone Tebet (MDB) não foi digerida pelo ex-governador Puccinelli (MDB). Dizem que se depender dele, ela não se reelegerá. Outra notícia que rola: caso a senadora não chegue a presidência do Senado – pode até mudar de partido. Neste caso caberia uma pergunta: quem perderia mais? O MDB já sem representação de peso ou a própria senadora? É na tempestade que se conhece o marinheiro. 

O CANHÃO A mídia focada na tragédia de Brumadinho (MG) e nas eleições para o Senado e Câmara. Mas enquanto isso as delações do ex-ministro Palocci (PT) são checadas atingindo em cheio também o MDB. Quem pensa que acabou a água da ‘Lava Jato’ pode ir tirando o cavalo da chuva. Não custa lembrar: até as mutretas do Aquário do Pantanal – via Lama Asfáltica – caíram na Lava Jato. 

EXPECTATIVA Como se comportará o PSL agora no poder? Um ex-nanico como tantos outros no cenário político mudou ao receber 15 mil novos filiados e elegendo 4 senadores, 52 deputados federais, 3 governadores (Santa Catarina, Roraima e Rondônia) além do presidente da República. Seus representantes agirão com calma e em bloco ou se dispersarão tentando ganhar a preferência dos holofotes? 

ESPAÇO OCUPADO! O dinamismo da política é certo. Aqui não foge a regra pelos escândalos, pelas urnas e competência política de alguns. Com a ida do senador Nelsinho Trad para o PSD, cristaliza o cenário onde os 3 principais representantes da ‘Família Trad’ ocupam papel importante numa só sigla. O que era mero exercício da utopia foi transformado em realidade: Assim o futuro político de MS passa também pelo prefeito Marcos Trad, deputado federal Fabio Trad e o senador Nelsinho. 

VITAMINADO Nem mesmo o ódio do ex-presidente Lula (PT) conseguiu derrotar, como prometera, o PFL (Partido da Frente Liberal) que deu lugar ao Democratas. Num passe de mágica aqui no Estado o partido em boa situação. Tem dois ministros – da Agricultura e da Saúde, o vice governador Murilo Zauith, o 1º secretário da Assembleia Legislativa deputado Zé Teixeira e o líder do Governo naquela casa – deputado José Carlos Barbosa. Não pode ser ignorado no cenário e tende expandir suas fronteiras. 

O PERDEDOR neste cenário é o MDB vendendo imagem de insolvência após demitir seus funcionários da sede na capital. Com apenas 3 deputados estaduais e apenas uma representante em Brasília, o MDB paga pelos seus erros e excesso de concentração de poderes do ex-governador Puccinelli. Com o crescimento previsível do PSD e do DEM a tendência e que perca mais espaços ainda. 

SINAL VERDE Em 2015 era apenas 17 cidades de MS. fazendo a disposição correta de resíduos. Atualmente o número subiu para 45. Quem comemora o crescimento desta pratica é o advogado e Conselheiro Iran Coelho das Neves – presidente do Tribunal de Contas do Estado, órgão que disponibilizou aos prefeitos assessoria técnica especializada. Um bom trabalho com planejamento envolve inclusive a comunidade, cada vez mais consciente. Parabéns. 

INTERESSANTE Emprego esse termo bem leve para definir o quadro das próximas eleições municipais da capital. À primeira vista é comparável a um enxame de abelhas rondando a ‘casa’. ‘Salvadores da Pátria’ – com certeza não faltarão. Imagino que o pessoal emergente do PSL e de partidos aliados esteja lustrando suas botas. Mas recomenda-se calma nestas horas. 

REFLEXÃO: “Os destroços que restaram da disputa entre a esquerda (PT) e a extrema-direita (PSL) deveriam servir para que o grupo derrotado fizesse, de uma vez por todas, a tão repetida autocrítica pelos diversos erros cometidos no poder. Mas não como uma autoflagelação para o deleite dos vencedores, mas para melhorar e, em suma, por respeito aos eleitores.” (Jornalista Fábio Góis) 

OPORTUNISMO Sempre aflora em momentos de tragédia de grande repercussão. Há quem queira apagar fogo com gasolina. Vários políticos querem pegar carona na catástrofe de Brumadinho (MG) para sair na mídia e pedem CPI, mas esquecem dos problemas como prisões lotadas, hospitais sem recursos, favelas armadas e narcotráfico. Aliás, a ex-ministra Marina Silva reapareceu neste episódio. Continua a mesma! 

NA INTERNET Início de ano letivo aqui. Faz sucesso o vídeo com imagens no interior de um avião da Turquia, onde o piloto descobre a presença de seu professor dentre os passageiros. Solenemente o piloto saúda a sua presença sob aplausos dos presentes com direito a ramalhete de rosas e pedidos de ‘benção’ ( beijando a mão) da tripulação. Lá fora professor é reconhecido; aqui leva porrada de alunos. Essa é a diferença. 

CONFIRA: A proposta do Governo é isentar de Imposto de Renda quem ganha até 5 salários (R$ 4.770,00) e cobrar 15% de quem ganha acima de 5 salários. Hoje a isenção é só para quem ganha até R$1.903,98 e quem ganha mais de R$4.664,68 paga 27,5%. Se aprovada a proposta do Ministro da Fazenda Paulo Guedes já terá valido a pena ter votado em Bolsonaro para presidente. Concorda? 

VALE TUDO! Enquanto não sai a segunda sentença condenando o ex-presidente Lula (PT) seus órfãos tentam de tudo para reintroduzi-lo no cenário. A última foi a tentativa de fazer do velório do corpo do irmão Vavá um grande palanque onde ele (Lula) não perderia a chance de um longo e raivoso discurso ao estilo do presidente Nicolás Maduro da Venezuela. Fica para a missa de 7º dia? Talvez – quem sabe! 

APLAUSOS ao senador Pedro Chaves (PSC) pelo seu trabalho nestes mil dias de mandato. Fez bem mais do que colegas seus há mais tempo no Senado. Sua atuação impecável, com visibilidade nacional que dispensa comentários. Registro seu projeto de lei impedindo os assassinos de pai e mãe terem direito de saídas da prisão exatamente nestas datas comemorativas. Imoral e socialmente inaceitável esse benefício. Vamos acompanhar a tramitação do projeto muito oportuno. 

‘CAROS AMIGOS’ Logo após a tragédia de Mariana (MG) a presidente Dilma (PT) baixou decreto autorizando que as vítimas da tragédias ‘naturais’ pudessem sacar o FGTS. Enfim o caso foi considerado simples desastre natural. Assim, A Samarco e a Vale usaram o decreto (13/11/2015) para se isentarem de responsabilidade por indenização. Ora! O mesmo argumento se aplicará ao caso de Brumadinho? Enfim é o PT beneficiando empresários e ferrando os trabalhadores. 

FIEL RETRATO Foram mais de 14 mil inscritos mas só 73 ( isso mesmo!) foram aprovados no concurso para ingresso do magistério aqui no Estado. Menos de 1% deles conseguiram desempenho para a etapa seguinte do certame, o que mostra o nível ruim dos candidatos. Diante das reclamações o Governo convocará os aprovados e fará novo concurso. Que os candidatos se preparem – por favor! 

BOM EXEMPLO O jovem Felipe Rigoni – engenheiro mecânico, será o primeiro deputado federal cego. Perdeu a visão aos 15 anos após 17 cirurgias e foi eleito com 84 mil votos pelo PSB do Espírito Santo. Ele fez especialização em Oxford e diz que seu mandato será bem próximo da população. Como se diz: para representar bem o povo é preciso bem mais que a dádiva de enxergar visualmente. Um vencedor! 

“Política é a arte do possível.” (DEPUTADO PAULO CORREA) 

Manoel Afonso

Ampla Visão

VOltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: