Nosso comportamento no trânsito

11.02.2020

Foto: Reprodução

Navegando na internet me deparei com a notícia das atividades da Polícia Federal, neste final de semana, em especial, no Estado de Santa Catarina. Vou postar o texto aqui, que é do site rco.com.br, e depois, fazer uma breve análise:

“A Polícia Rodoviária Federal (PRF), dentro da Operação Rodovida, realizou em todo o Brasil fiscalização intensa de uso de cinto de segurança e transporte regular de crianças neste final de semana.

Em Santa Catarina, a PRF flagrou 315 motoristas e passageiros sem cinto de segurança e 44 crianças sendo transportadas de forma irregular. A cadeirinha e os demais dispositivos de retenção continuam obrigatórios e são fundamentais para preservar a vida em caso de acidente. As crianças menores de 10 anos devem sentar-se sempre no banco traseiro, com cinto de segurança e, dependendo da idade, utilizar o bebê conforto (0 a 1 ano), cadeirinha (1 a 4 anos) ou o assento de elevação (4 a 7,5 anos).

Além disso, outros 103 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool e 79 motoristas foram autuados (multados) por realizarem ultrapassagem em local proibido. No total, foram lavrados 1.422 autos de infração no final de semana.

A PRF também registrou 82 acidentes com um saldo de 103 feridos e 9 mortes no final de semana. O acidente mais grave ocorreu no domingo à tarde, na BR 470, em Ponte Alta, quando 4 pessoas morreram em uma colisão frontal entre um Siena e um caminhão”.

Vejam só o número de passageiros e motoristas que foram flagrados sem cinto de segurança, apenas no Estado catarinense: 315. Isso é um número elevado. Fora as outras infrações, como transporte irregular de crianças, dirigindo sob efeito de álcool, ultrapassagens proibidas, entre outras infrações.

Há poucos dias, fomos a uma cidade próxima de Campo Grande e nos deparamos com uma enorme quantidade de lombadas e fiz uma observação de que isso depõe contra os motoristas, pois se andassem dentro dos limites não haveria necessidade de lombadas.

A Bíblia nos recomenda “amar o próximo como a nós mesmos”. Quer dizer: Cuidar de nós e dos outros. Isso que deve haver no trânsito, ou seja, andar observando as regras.

Aproveito para lembrar a conclusão da BR 163, pois se isso acontecer, vai ajudar na diminuição de acidentes, pois os choques frontais serão evitados.

Então, vamos cuidar de nós mesmos, dos outros, cobrando também do poder público a sua parte, contribuindo, assim, para um trânsito mais adequado!

 

Fonte: Carlos Trapp

Carlos Trapp

Acesse meu blog aqui: www.carlostrapp.com
Meus vídeos: www.youtube.com/user/carlostrapp/videos
Meu Face: Carlos Osmar Trapp

VOltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: