Em situação de risco

29.01.2019

Há diversas situações onde podemos estar em risco, mas a principal é partir para a eternidade sem Cristo, sem salvação.

Já pensou morrer sem salvação e passar, aliás, não é passar, mas ficar para sempre longe de Deus, no inferno, onde há choro e ranger de dentes? Você já pode ter sentido alguma dor forte, mas que passou; agora, o tormento no inferno é para sempre. Considere isso, leve isso muito a sério.

Para você saber se está nesta situação, veja se você tem certeza da salvação, crendo em Cristo como seu Senhor e Salvador, sendo que essa fé, necessariamente, envolve mudança de vida, ser uma nova criatura (2Co 5.17), operada por Deus.

Então, essa deve ser a sua principal preocupação, até porque a Bíblia diz que devemos “buscar o reino de Deus e a sua justiça” (Mt 6.33), que, repito, envolve arrependimento, tristeza pelo pecado e, consequentemente, mudança de gosto, de vida, da nossa natureza.

Por outro lado, ter certeza da salvação nos traz grandes benefícios, não só quanto à eternidade, mas também na vida presente, pois nos dá segurança, enfim, condições de trabalhar e produzir devidamente.

Então, ocupe-se com isso, e se torne um cristão, se você ainda não é, e fuja do risco de partir para a eternidade sem Cristo, que veio para nos salvar e dar a vida eterna, de forma imerecida.

Ainda lembro, para estimulá-lo nessa busca da certeza da salvação, do texto bíblico que diz: “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mt 16.26a), ou seja, não compensa negligenciar a vida eterna para ganhar algum dinheiro a mais na vida. Então, priorize a vida eterna, que as outras coisas serão acrescentadas.

Outra área que pode estar em risco é a nossa saúde, por isso cabe lembrar aqui alguns cuidados.

Há algum tempo, ouvi de um médico de que o ser humano foi feito para se movimentar. Então, é altamente necessário que nos movimentemos fazendo caminhadas, corridas, andar de bicicleta, fazer hidroginástica, entre outros exercícios.

Ainda no campo da saúde, precisamos cuidar da alimentação. Há os que não se alimentam cedo, tomando apenas uma chícara de café, sendo que o conveniente é se alimentar bem logo cedo, inclusive com frutas, flocos de aveia, semente de linhaça batida.

Segundo nutricionistas, as outras refeições devem ser “bem coloridas”, ou seja, ser bem variadas. Na medida do possível, também devemos evitar a ingestão lanches rápidos, em lugar de refeições consistentes.

Convém lembrar que a ingestão de líquidos, ainda mais nesse tempo de calor, é fundamental para nossa saúde.

Outro campo que podemos estar correndo risco é no da economia.

Há poucos minutos, vi na TV, uma família mostrando a conta de energia elétrica, no valor de mais de R$ 450,00. Mandei uma mensagem de WahtsApp para a emissora dizendo que eu e a Simone aplicamos, no último mês, R$ 46,00, sendo que não temos ar condicionado e o circulador que temos usamos bem pouco. Disse que moramos em um apartamento onde há uma boa circulação de ar.

Noto que muitos não fazem economia de energia, vindo, então, contas elevadas.

É sempre bom lembrar de que devemos economizar, pois se não o fizermos teremos um sério desarranjo em nosso bolso, que é bem mais desagradável do que passar um pouquinho de calor e ter as finanças em ordem.

Creio que não é demais lembrar que não devemos aplicar mais do que ganhamos, a não ser numa emergência; e também devemos evitar comprar coisas desnecessárias. Outro detalhe aqui, além de não aplicar dinheiro além da conta, é fazer uma poupança para ter uma reserva em caso de uma emergência.

Gosto de lembrar que no campo das finanças, não devemos ganhar dinheiro apenas para o nosso sustento, mas também para ajudar os outros (Ef 4.28). Que essa compreensão nos ajude no campo da solidariedade!

Bem, lembrei de três áreas onde podemos correr risco e citei alguns detalhes convenientes para evitar esses riscos e acrescento que uma das fontes mais adequadas para se ter uma orientação segura é o estudo da Palavra de Deus que,

em primeiro lugar, nos ajuda quanto à salvação. Ela também nos ajuda quanto ao dia a dia dia, dando as devidas orientações.

Aliás, aqui enfatizo que a Palavra de Deus nos diz que a falta de conhecimento da mesma nos leva a cometer erros, contra nós mesmos, contra os outros e contra Deus.

Concluindo, digo que tudo isso é para nos alertar do cuidado que devemos ter com a nossa alma e com o nosso corpo, além do nosso relacionamento com o próximo e com Deus.

Que Deus nos ajude a fugir de situações de risco, para o nosso bem e para a glória de Dele. Amém!

Carlos Osmar Trapp, pastor batista (OPBB/3650) e jornalista (DRT/MS, 928).

Carlos Trapp

Acesse meu blog aqui: www.carlostrapp.com
Meus vídeos: www.youtube.com/user/carlostrapp/videos
Meu Face: Carlos Osmar Trapp

VOltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: